Diálogo sobre o repatriamento de capitais continua em Benguela


Hoje, 11/04/2018, pela manhã, activistas da OMUNGA e do Movimento Revolucionário de Benguela estiveram mais uma vez na rua para esclarecer a população sobre a possibilidade de ser aprovada, uma lei sobre o repatriamento de capitais.

A proposta de lei apresentada à Assembleia Nacional pelo executivo liderado pelo presidente da república João Lourenço quer facilitar a vida daqueles que durante 2012 e 2017 tenham incorrido no crime de peculato, crime que não foi amnistiado na lei de amnistia promulgada pelo anterior presidente da república, José Eduardo dos Santos.

Para além de amnistiar tal crime, pretende manter o anonimato e fazer com que os cidadãos envolvidos em tais crimes possam vir a receber os referidos montantes, na moeda de procedência, em contas pessoais.

Exigimos respeito e responsabilização. O dinheiro público desviado ilicitamente deve voltar para o Estado e para o Povo.
Abre o olho irmão e irmã e não aceites a aprovação dessa lei nos moldes em que foi proposta por João Lourenço se realmente queremos terminar com o período da roubalheira.

 

 

Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.