OMUNGA: FORMAÇÃO SOBRE GÉNERO E DIREITOS HUMANOS


Em alusão ao mês da mulher, a Omunga realizou no passado dia 12, a formação sobre Género e Direitos Humanos.

Por: Avisto Mbota

A actividade foi realizada com o objectivo de Capacitar os formandos sobre a importância da participação das mulheres na vida das comunidades; Criar uma rede de trabalho de formas a reforçar as mulheres na tomada de decisão. A formação que foi facilitada pela Drª Elsa Sequeira Rodrigues, docente e que contou com a participação de representantes das diferentes associações a nível dos municípios do Lobito, Catumbela e Benguela, e membros das comunidades, abordou sobre vários pontos, como “a construção do género e da desigualdade”, “o género nas comunidades”, políticas de igualdade de género nas instituições.

Na construção do género e de desigualdade, abordou-se sobre o conceito de Sexo, Género, Identidade de género, Papéis de género, os Estereótipos de género, Machismo, Sexismo, Patriarcado, Androcentrismo e o Feminismo.

Já no segundo ponto, abordagem básica sobre o género nas comunidades tratou-se sobre desconstrução de acções verbais e físicas em relação ao género, empoderamento feminino, linguagem adequada, demonstração das implicações da desigualdade, e descoberta conjuntas de processos igualitários.

Na incorporação da prespectiva de género numa organização, falou-se da inclusão de equidade de género na Missão e Visão Institucional, existência de uma política institucional de género. A diferença entre igualdade e equidade, onde a igualdade é dar às pessoas as mesmas oportunidades, e equidade é adaptar as oportunidades deixando-as justa para todos.

No final da formação a professora Elsa fez uma análise positiva pelo nível de entendimento dos formandos sobre a matéria que a mesma ensinou, apesar de serem necessárias outras formações.

No total eram Vinte (21) participantes, Cinco (06) do sexo Masculino e Quinze do Sexo feminino com idades compreendidas entre 24 a 45 anos. Para além dos activistas da Omunga, convidou-se as comunidades com quem trabalhamos nomeadamente: Bairro da Luz, 16 de Junho, São Miguel, e as organizações parceiras A.J.S, O.H.I, Movimento Revolucionário e Catocota.

Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.