Sobre


A Associação OMUNGA surgiu em 1998 como projecto da organização OKUTIUKA-APAV. A partir de 2000, decidiu-se apoiar o processo de autonomização de projectos tendo-se priorizado a OMUNGA devido à sua especificidade e ao estado de desenvolvimento. Com efeito, foi estabelecido um protocolo entre a coordenação do OKUTIUKA-APAV e a coordenação do projecto OMUNGA, no qual se delineavam as responsabilidades e condições da referida autonomização.

Em Maio de 2008 deu-se por concluído o processo de autonomização, dando-se por terminado definitivamente o projecto OMUNGA e constituída a Associação com o mesmo nome. Desde então a OMUNGA passou a ser, uma associação angolana de âmbito nacional fundada a 16 de Junho de 2005, cuja constituição foi publicada no Diário da República de 27 de Dezembro de 2006, III Série n.º156, como organização sem fins lucrativos, apartidária e laica que desenvolve acções de promoção e protecção dos direitos da infância e juventude. Tem actualmente a sua sede na Rua do Sol, n.º a, Bairro da Luz, Município do Lobito, Província de Benguela.

Em Janeiro de 2008, iniciou-se um processo faseado de unificação das equipes dos Médicos do Mundo de França e da OMUNGA que culminou em Dezembro de 2008.

Tem como Missão Institucional: promover, divulgar e monitorar em todo território nacional, politicas para infância e juventude que garantam e exercício dos seus direitos e deveres.

Actualmente associação é dirigida por uma coordenação partilhada, alicerçada pelas seguintes áreas: Assembleia geral, conselho directivo e conselho fiscal

A direcção executiva é constituída pelo director executivo, coordenador de programas e administrador.

VISÃO, MISSÃO, E VALORES

Visão   

Grupos de crianças mulheres,  jovens e não só, socialmente excluídos advogam livre e autonomamente pelo resgate dos seus direitos.

São Estratégica

Estimular a participação cívica e política dos grupos de crianças e jovens socialmente excluídos no regaste de direitos e melhoria das suas condições de vida.

A Omunga prima pelo:

  • Respeito pela dignidade humana;
  • Inclusão e solidariedade social;
  • Liberdade de expressão;
  • Transparência e equidade;
  • Participação, tolerância e pacifismo.

A filosofia de trabalho da associação estimula o equilíbrio do género no seu staff, o qual é maioritariamente constituído por estudantes universitários, possibilitando o seu enquadramento nas diferentes áreas, tendo em conta a sua formação profissional e