RUI FALCÃO ACUSADO DE ATIÇAR A VIOLÊNCIA NO MONTE-BELO


RUI FALCÃO ACUSADO DE ATIÇAR A VIOLÊNCIA NO MONTE-BELO

Lobito, 20.09.17

A OMUNGA, dentro da sua actividade de monitorar o actual contexto político pós-eleitoral, ouviu ontem (19), por telefone cidadãos do Monte-Belo para melhor medir o actual clima depois da visita que efectuou àquela comuna a 17 de Setembro.

Um dos cidadãos contactados, acusa o governador da provínica de Benguela, Rui Falcão, de atiçar a intolerância política e a violência, ao abordar sobre a passagem do também 1º secretário provincial do MPLA, pelo Monete-Belo, a caminho do Balombo.

Encontrou os militantes concentrados na sede comunal, onde estavam à espera dele e ele a primeira palavra disse, eu passei por cá para agradecer o trabalho feito pelos militantes do MPLA, eu agradeci muito e é mesmo assim. Continuem assim e a polícia estará à vossa trás, a polícia não estará para defender a UNITA, está mesmo para defender só vocês do MPLA. Qualquer situação a polícia estará à vossa trás. O meu muito obrigado. Agradeci muito porque vi o vosso relatório que os camaradas da UNITA levaram muitas pancadarias.”

Ainda durante a conversa, o mesmo cidadão realçou as seguintes palavras que atribui a Rui Falcão: “Ainda se tiverem tempo no próximo sábado, repitam mais o que se passou aqui. Se for possível no próximo sábado repitam o mesmo.”

De acordo a este cidadão, “isto está mais a originar que algumas populações começaram a arrumar, depois dele ter deixado esta palavra, a população do bairro Betânia já começaram a arrumar esta hora para se deslocar desta comuna.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *