PESCB conversou com a comunidade do Monte Belo


A Omunga enquanto membro da Plataforma eleitoral da sociedade civil de Benguela (PESCB), convidou os activistas Fortunato Paixão e Rafael Marques de Morais, para conversarem com a população do Monte Belo sobre a situação dos direitos humanos enquanto estratégia para a promoção da paz, e respeito pela diferença.

No âmbito das comemorações do 70º aniversário da declaração universal dos direitos humanos, a plataforma eleitoral da sociedade civil de Benguela (PESCB), realizou uma visita promovida pela Omunga, ao município do Bocoio, propriamente na comuna do Monte Belo para constatar a situação actual da intolerância política e conversar com a população sobre os direitos humanos e a paz.

Manteve-se inicialmente um encontro com o administrador municipal do Bocoio, Paulino Tchimbumdu, para uma breve saudação de cortesia. Durante o encontro o administrador conheceu as organizações membros da PESCB, bem como as actividades a serem realizadas no Monte-Belo, e garantiu que as condições estavam todas acauteladas para que as actividades fossem realizadas sem sobressaltos

Depois das saudações com o líder da governação no município, a comissão visitante partiu para a comuna do Monte Belo, onde cumpriu com a agenda de conversarem com a população incluindo autoridades tradicionais, representantes religiosos, e membros dos diferentes partidos.

O activista Fortunato Paixão, falou sobre os direitos humanos na vertente de garantia da paz. Já o activista Rafael Marques, falou na Vertente da União entre todos.

Acompanhe o vídeo:

Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.