SOCIEDADE CIVIL EM PORTA-A-PORTA NA PREVENÇÃO DA VIOLÊNCIA CONTRA A CRIANÇA


_dsc5579

05.11.2016

SOCIEDADE CIVIL EM PORTA-A-PORTA NA PREVENÇÃO DA VIOLÊNCIA CONTRA A CRIANÇA

De 1 a 4 de Novembro, os ativistas da OMUNGA conjuntamente com os do CRB e membros da Rede Municipal de Protecção da Criança do Lobito, com o apoio das autoridades tradicionais e administrações de zona, andaram porta-a-porta a distribuir CD com o documentário “Direito à Informação em África”, da Comissão Africana dos Direitos Humanos e dos Povos.

As comunidades visitadas foram as dos bairros da Luz, do São Miguel e do Ngolo d’Areia, todos da Zona 3 do Lobito, e a comunidade do 16 de Junho, na zona alta da cidade.

Foram distribuídas 200 cópias dos CD e a atividade enquadrou-se na campanha internacional de 19 dias de ativismo de prevenção e combate ao abuso e violência contra a criança.

Dado o interesse pelo documentário, a OMUNGA já agendou um calendário para a sua projecção pública nestas mesmas comunidades, de 8 a 10 de Novembro, a partir ás 17H40.

Ainda dentro da campanha, a OMUNGA está a trabalhar com crianças das escolas primárias públicas destas comunidades em técnicas de jornalismo e de vídeo-reportagem que irão elaborar um pequeno vídeo sobre a perspectiva das crianças em relação à violência e sobre o que pensam que deveria ser feito para terminar a violência contra a criança.

Este documentário, conjuntamente com uma declaração a ser preparada pelas mesmas crianças dessas escolas, será entregue ao Governador Provincial de Benguela, durante uma recepção que este dará a 100 crianças, no Palácio de Benguela, prevista para 19 de Novembro, pelas 10 horas.

Estão previstos ainda a ralização de debates a 10 e a 17 de Novembro, pelas 15 horas, sobre os temas “Criança em Conflito Com a Lei: A Situação em Benguela” e “Prevenção do Abuso e Violência Contra a Criança: Polítcas Nacionais e os seus Impactos”. Os debates deverão ocorrer no Hotel Praia Morena, em Benguela, e no Instituto Superior Politécnico Lusíada, no Lobito, respectivamente, e foram convidados para animar os mesmos, a Direcção Provincial do MINARS de Benguela, enquanto responsável pelo Conselho Tutelar da Criança e o Ministério da Justça e dos Direitos Humanos, enquanto coordenador da Comissão Inter-Ministerial para a elaboração dos relatórios de Direitos Humanos. Estas atividades estão ainda por se confirmar.

Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.