OMUNGA PREOCUPADA COM A FALTA DE ÁGUA NA ZONA ALTA DO LOBITO


TEXTO: Donaldo Sousa

A zona alta da cidade do Lobito, concretamente os bairros da , Lixeira, 4 de Abril, e 16 de Junho deixaram de ter água há cerca de quatro meses, uma situação que está a obrigar os moradores a comprar em banheiras ao preço de 25 à 50 kwanzas.

Segundo Senhor Jorge Lemos, trata-se de uma situação que carece de uma resolução urgente por causa dos transtornos que esta falha está causar nas famílias e não só.

As famílias percorrem 5 km apenas para poderem adquirir o líquido precioso, mas isso preocupa mais a comunidade por causa do grau da situação que pode causar atravessando todos os dias a estrada com banheira na cabeça. Durante a entrevista os interlocutores referiram que para poderem poupar a água, algumas pessoas recorrem numa vala vizinha afim de aproveitarem a água e fazerem limpeza em casa.

Segundo os moradores já tentaram contactar a direcção da empresa de águas e saneamento do Lobito(EASL) , e a resposta foi a baixa de produção nas térmicas das centralidade de tratamento e distribuição.

Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.