POLÍCIA NACIONAL AGRIDE FEIRANTES NO LOBITO


No âmbito do processo de monitoria e acompanhamento das acções das forças de segurança da administração do estado para o cumprimento do estado de emergência decretado pelo presidente da república, as organizações da sociedade civil de Benguela nomeadamente a Omunga e AJS, constataram ontem (16), defronte a administração municipal do Lobito, agressões físicas que envolveu os agentes da PN contra as feirantes do antigo mercado do Compão, tendo resultado na detenção da dona Isabel Camunga Matias, acusada de ter arremessado objectos contundentes ao comandante municipal da polícia do Lobito.

O facto ocorreu na altura em que as feirantes procuraram saber administração municipal do Lobito, as soluções para o novo mercado conforme prometeu o administrador do município.

No contacto mantido entre o director executivo da Omunga e o comandante municipal, o responsável da PN informou que a senhora já se encontrava em liberdade, apesar de evidenciarmos informações contrárias junto aos familiares da mesma, que nos deram a conhecer que ainda encontra-se na 1ª esquadra, aguardando a instrução do processo junto ao SIC.

Voltamos a apelar às forças de ordem e segurança que o estado de emergência não anula os direitos fundamentais do cidadão; O dialogo é uma ferramenta muito importante na resolução dos problemas.

As organizações continuarão a acompanhar e denunciar quaisquer acto.

Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.