OMUNGA CRIA COOPERAÇÃO COM ORGANIZAÇÃO ALEMÃ PARA TRABALHAR NA RECUPERAÇÃO DE ACTIVOS


“Não há vontade política do executivo em envolver as organizações da sociedade cívil na recuperação de activos.”

O Director Executivo da Associação Omunga, João Malavindele manteve um encontro, nesta segunda-feira, 21 de Março, com o Director do CIFAR, Agatino Camarda com objectivo de criar uma colaboração entre ambas as instituições, no intuito de trabalharem na questão da recuperação de activos e capacitar os activistas em matérias sobre recuperação de activos.

Durante o encontro, no escritório da Omunga em Luanda, João Malavindele aproveitou o momento para expor a forma pela qual o Estado procede na questão da recuperação de activos e a maneira com que as instituições actuam, que, do seu ponto de vista, acredita que não há transparência no processo de recuperação de activos. Segundo Malavindele, os activos recuperados não estão a ser usados da melhor forma possível, visando o beneficio da população. Até hoje não se sabe quanto foi recuperado, ou seja, não existem informações publicas a respeito

Por outro lado, o Director do CIFAR, Agatino Camarda manifestou a sua vontade de cooperar com a Omunga em matéria de combate à corrupção, com realce para acções de recuperação de activos e ao mesmo trocar experiências sobre o papel da sociedade civil e Network e advocacia na recuperação de activos.

Lembrar que o CIFAR é uma organização global, sem fins lucrativos, baseado na República Federativa da Alemanha, que luta contra o roubo de dinheiro público e faz campanha pelo seu retorno do exterior. Fundada em 2015, na Alemanha

, a mesma surgiu para apoiar a sociedade civil a fazer campanhas além-fronteiras, de modo a prevenir o roubo de bens públicos e apoiar a recuperação de activos responsável e transparente. O CIFAR apoia jornalistas investigativos para descobrir corrupção cruzando fronteiras e treina activistas da sociedade civil. A organização já realizou vários projectos e programas além-fronteira, entre eles: Programa CIFAR “Investigar a África Ocidental”: olhando para o futuro.

Por: Edmilson João, estagiário da Área de Comunicação da Omunga.

Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.