Crianças levantam problemas da comunidade juntos as autoridades tradicionais


 

No dia 20 de Setembro as crianças das Oficinas de Vídeo Jornalismo da Associação Omunga realizaram uma entrevista colectiva aos Sobas do bairro 4 de Fevereiro no município do Lobito, na província de Benguela.

A referida entrevista foi desenvolvida por 12 crianças da escola primária Ngolo D’ areia, com objectivo de apresentarem e encontrarem respostas aos problemas do bairro.

            Neste encontro os pequenos de 9 aos 12 anos, levantaram questões relacionadas com as condições de vida dos moradores, nomeadamente, o mal estado das vias de acesso, locais de depósito de lixo e a fraca frequência da polícia naquela comunidade.

Como é que está as condições de vida dos moradores? Porque é que as estradas do bairro não estão asfaltadas? Onde é que as pessoas deitam o lixo? Porque é que a polícia aparece poucas vezes no nosso bairro?

Em resposta o soba Avelino Costa de 82 anos, lamentou a situação da instituição pública responsável pela zona 3 não atender as preocupações do bairro, “ os cabeçalhos só falam, mas não estão a entender as coisas que agente pode fazer”, justificou o soba.      

 Para o soba adjunto a época chuvosa constitui-se o período de sofrimento, porque algumas casas são afectadas pelas gotas de chuva e acabam por demolir, afirmou Manuel Costa.

Por outra o soba Costa ressaltou, que as mais de 250 famílias que o bairro possui beneficiam de condições básicas, no caso concreto a água e a energia.

As oficinas de vídeo jornalismo surge como oportunidade para as crianças, no sentido de aprenderem a expressar suas opiniões sobre assuntos que lhe afectam. Para lembrar que estas crianças são incentivadas a relactarem as acções positivas e também negativas de suas comunidade.  

 

Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.