César Rufino: Um exemplo das vítimas das chuvas em Benguela


CÉSAR RUFINO é cidadão angolano, pai de 8 filhos, deficiente visual. A sua casa desabou no dia 16 de Março de 2019 e perderam todos os bens materiais incluindo os materiais escolares, o que fez com que as crianças deixassem de frequentar as aulas, os documentos pessoais de todos os membros da família foram arrastados pelas águas das chuvas.

Depois de a sua casa cair e perder todos os haveres, viveu ao relento com os filhos e a mulher, até que um dos vizinhos sentiu compaixão e cedeu-lhe um quarto onde viveu durante 6 meses até este o expulsar. A Omunga começou a acompanhar o seu caso e desde então tem estado a trabalhar com a a administração municipal da Catumbela no sentido de se criarem condições para o senhor e a sua família.

Até o momento a Omunga conseguiu materiais escolares, bens alimentares, 1000 tijolos e 25 sacos de cimento para a construção de sua casa. Quando constatado o terreno que o mesmo dispõe para a construção da futura residência, a Omunga solicitou à administração municipal da Catumbela e foi cedido um outro terreno na comuna da Praia Bebé.

O senhor falou-nos também da sua doença de cegueira, segundo ele nasceu bem, e o problema surgiu há 4 anos, já fez várias consultas no Hospital Geral de Benguela e na Boa vista, mas sem solução. Da última vez que ele foi à consulta disseram-lhe que caso dele não tem solução

Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.