COFENRÊNCIA NACIONAL SOBRE OS DIREITOS DOS IMIGRANTES E REFUGIADOS


COMUNICADO DE IMPRENSA

 O Ministério da Justiça e dos Direitos Humanos é o Departamento Ministerial auxiliar do Presidente da República que tem por missão propor a formulação, bem como conduzir, executar e avaliar as políticas de justiça e promoção, protecção e observância dos direitos humanos e a OMUNGA é uma organização da sociedade civil angolana, de âmbito nacional, apartidária, de carácter voluntário e com personalidade jurídica, com o estatuto de observador da comissão africana dos direitos humanos e dos povos, Nos últimos dois anos, está a implementar o projecto “Documentos Para Todos” financiado pela União Europeia com a referência EIDHR/2018/402-382, cujo objetivo é de contribuir para a construção de uma “comunidade global” baseada na solidariedade onde a autonomia dos Estados seja a garantia do respeito pela dignidade humana e dos direitos humanos.

             Nesta conformidade, o Ministério da Justiça dos Direitos Humanos e a Associação OMUNGA, realizarão uma conferência nacional denominada “Todos Somos Migrantes” com os seguintes objectivos:

  1. contribuir para a vulgarização e reconhecimento dos direitos dos imigrantes africanos em Angola e os mecanismos de acesso às instituições e serviços por parte destas comunidades;
  • Melhorar o diálogo entre as comunidades africanas imigrantes da África do Oeste em Angola e as entidades públicas nacionais e garantidos os seus direitos fundamentais.

A conferência terá lugar no dia 19 de Maio de 2021, a partir das 08h00, na sala de conferência do INAC, localizado na rua dos quarteis em Luanda.

Por esta razão, convidamos a todos os interessados a acompanharem o evento através das páginas da Omunga ou via zoom nas seguintes coordenadas: ID – 729 324 0901, SENHA – 161468

DIVULGUE E PARTICIPE

#Somos_todos_imigrantes

#Documentos_para_todos

#Omunga

#Governo_de_Angola

#União_Europeia

Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.