Por uma angola livre


As Organizações de Defesa dos Direitos Humanos, nomeadamente FORDU e OMUNGA, servem-se da presente nota para tornar públicas suas mais sérias preocupações com o quadro de segurança dos activistas e do povo em geral, que depois do pleito eleitoral em que foi declarada vencedor o MPLA com 51,17% contra os 43,95% do maior partido na oposição. Importa salientar que o partido UNITA e CASA-CE contestaram os resultados ora anunciados pela Comissão Nacional Eleitoral (CNE),  porém, o Tribunal Constitucional nas vestes de Tribunal Eleitoral descartou qualquer reclamação feita pelos partidos da oposição e por esta via, o Presidente da República  e o seu Vice-Presidente tomaram posse e na sequência formaram novo Governo que já está em funções e quase de forma ininterrupta.

NOTA DE REPÚDIO CONTRA PERSEGUIÇÕES E DETENÇÕES ARBITRÁRIAS EM ANGOLA   Recentemente updated!



Na zona-3 do município do Lobito, a praça da calumba tem sido o centro de toda a diversão. Como continuidade às aulas práticas das oficinas de jornalismo com os alunos da escola da comunidade Ngolo D´areia, os meninos realizaram entrevistas aos jogadores do tradicional estilo, no mercado da Calumba. Durante […]

Crianças da comunidade N´golo D`area realizam entrevistas sobre o jogo ...



Por: Manuela Hália A Omunga dentro da campanha “Não à desgraça na graça!!!”, realizou nesta quinta-feira (02) a sessão de quintas de debate sobre o tema “QUANDO O PROGRESSO É RETROCESSO- Consequências da má gestão urbanística”, em Benguela, ISP Jean Piaget. A actividade teve como objectivo levar a sociedade civil […]

Benguela: sociedade reage contra a construção de unidade fabril


Texto: Silize Choningue No âmbito da campanha “NÃO À DESGRAÇA NA GRAÇA” desenvolvida por um grupo de cidadãos e com o total apoio da associação Omunga, realizou-se na quinta-feira (02) uma sessão de quintas de debate, no Instituto Superior Politécnico Jean-Piaget (Benguela), sob o tema “QUANDO O PROGRESSO É RETROCESSO […]

Quando usamos a nossa inteligência temos que pensar na inteligência ...


De 20 a 21 de Março, a OMUNGA em parceria com o Ministério da Justiça e Direitos Humanos, no âmbito do projecto “documentos para todos”, financiado pela União Europeia e com o apoio da Christian Aid e OSISA, realizou o Seminário DIREITOS DOS IMIGRANTES “Caso especial da criança”, no anfiteatro […]

Omunga debate em Luanda sobre a situação dos migrantes em ...



Os membros do Conselho de Auscultação das comunidades do Lobito tomaram posse no dia 01 de Abril, no Lobito num acto presidido pelo administrador municipal Nelson da Conceição A actividade na qual o director da Omunga fez parte foi realizada no salão nobre da administração municipal do Lobito e contou […]

Lobito: Empossados membros do Conselho de Auscultação das Comunidades